Philippe Croizon, um francês de 42 anos amputado dos quatro membros, conseguiu no sábado atravessar o Canal da Mancha a nado, chegando ao litoral francês por volta das 21.15 horas.
O nadador saiu pouco antes das 8 horas (hora francesa) de sábado de Folkestone, em Inglaterra, e concluiu a travessia algumas horas antes do previsto, demorando no total pouco mais de 13 horas.

Philippe Croizon perdeu os membros quando recebeu descargas eléctricas de 20.000 volts em Março de 1994 quando desmontava uma antena de televisão, vítima de um arco eléctrico entre si e uma linha de alta tensão, refere a agência noticiosa AFP.

Para concluir o desafio de nadar o Canal da Mancha, Philippe Croizon usou próteses equipadas com barbatanas afixadas à altura dos joelhos.