Um homem de 62 anos foi preso por ter violado a filha. A vítima, que permaneceu 30 anos em cativeiro numa zona rural da Argentina, acabou por ter 10 filhos do pai, e aproveitou a presença da polícia para pedir ajuda.

A vítima, de 43 anos, acusou o pai de a ter violado durante três décadas, em Nicanor Molinas, província de Santa Fé (a 600 quilómetros de Buenos Aires). Durante esse período, teve 10 filhos fruto das relações forçadas com o próprio pai, como ficou provado depois de realizados os testes de ADN.

Segundo a denúncia da filha, a primeira violação ocorreu quando tinha apenas 13 anos, depois de a mãe morrer. A vítima revelou que o pai a ameaçava e espancava para evitar que ela contasse alguma coisa sobre os abusos sexuais de que era vítima.

No momento da detenção de um homem por roubo de gado na região, a filha aproveitou para fazer o denunciar à polícia. O caso já está na Justiça e o argentino de 62 anos pode agora ser condenado a 20 anos de cadeia.