1 - A conexão entre mente e corpo
Só agora alguns cientistas começam a entender melhor a forma com que a mente pode influenciar o corpo. O efeito placebo é um óptimo exemplo. Você toma um remédio que não passa de uma pílula de farinha, por exemplo, e sente que a sua dor de cabeça passa, simplesmente por achar que tomou alguma substância química que faria efeito. A capacidade do corpo de "se curar" é, ainda, um grande mistério.

2 - Poderes psíquicos e percepção extra-sensorial
Poderes psíquicos e percepção extra-sensorial (ou PES) estão nesta lista porque não é apenas uma ou duas pessoas que acreditam nisso, mas há ocorrências no mundo todo. Talvez o Padre Quevedo não concorde, mas muitas pessoas acreditam que a intuição é um poder psíquico que permite que alguém acesse conhecimentos "fora do alcance" para pessoas normais. Os resultados até agora com experiências que tentaram provar a existência desses poderes foram desanimadores, mas há quem diga que, na presença de cientistas e de outros céticos, esses poderes diminuem. Se for assim, jamais poderemos provar sua existência.

3 - Experiências de quase-morte e vida após a morte
Como vamos provar que existe algo até a morte se ninguém que "vai" consegue "voltar"? Há pessoas que dizem ter passado por isso, por experiências de quase-morte. Os relatos dessas pessoas incluem desde túneis de luz até conversas com outros falecidos enquanto, elas mesmas, passavam por problemas de saúde no mundo físico (paragens cardíacas e outras complicações do género). Mas ninguém ainda trouxe alguma informação ou prova incontestável de que "esteve do outro lado". Céticos acreditam que essas experiências podem ser facilmente explicadas por alucinações ou traumas no cérebro que uma pessoa que está quase a morrer teria. No entanto, eles também não conseguem provar sua teoria

4 - Ovnis
Não há dúvidas que ovnis existem. Mas espere, antes de mudar de blog a epnsar que sou alguma espécie de seita que acredita em extraterrestres sem provas, deixe-me explicar que a sigla Ovni significa "Objecto Voador Não Identificado", como deve ter aprendido em algum filme de ficção. O que quer dizer que um Ovni pode ser um cometa, um avião que foi visto de relance, um balão e por aí vai. Se eles são, ou não, naves alienígenas é outra história. Mesmo assim, há muitas histórias de pessoas que presenciaram a aparição de supostos aliens que podem ser consideradas plausíveis, como Roswell, caso em que toda uma comunidade diz ter presenciado ocorrências estranhas.

5 - Déjà vu
Lembra-se de estar sentado à frente do seu computador exatamente da mesma forma, enquanto se surpreendia com os fenômenos aqui relatados? mas pode estar a ter um Déjà vu, uma experiência de que o momento que está a viver agora já aconteceu. Isso não é raro e acontece à maior parte das pessoas. Pode entrar  num prédio numa cidade em que nunca esteve e sentir-se familiarizada com o ambiente. Mas se nunca esteve na cidade, porquê que isso acontece? Algumas pessoas atribuem os Déjà vu a experiências de premonição ou então a flashbacks que teríamos das nossas vidas passadas. A psicologia pode oferecer explicações mais científicas, mas não consegue provar definitivamente a fonte e a causa desse fenômeno.

6 - Fantasmas
Espíritos dos mortos aparecem muito em todas as culturas do mundo, seja em casas assombradas, aterrorizando os vivos, ou então espíritos bons, que trariam mensagens positivas através de médiuns. A prova da existência dos fantasmas ainda não foi encontrada, apesar de várias testemunhas e fotos, muitas vezes, nos deixarem com a pulga atrás da orelha.

7 - Desaparecimentos misteriosos
Pessoas podem desaparecer por vários motivos: fuga, sequestro, morte…mas, eventualmente, as pessoas (ou,  nos piores casos, seus corpos) são encontrados. No entanto, muita gente consegue desaparecer da face da Terra sem deixar rastro nenhum. Veja a piloto americana Amelia Eerheart, ou a princesa russa Anastácia Romanov? E os aviões e barcos do Triângulo das Bermudas?

8 - Intuição
Pode ser chamado de sexto sentido, mas todos nós nos encontramos frente a situações que nos despertam um sentimento que só pode ser explicado como "intuição". Não estamos a falar de palpites que, normalmente, estão errados, se todos os palpites estivessem certos, nós não teríamos apenas um campeão no Campeonato do Mundo e todos já teríamos ganho o Euro Milhões. Mas algumas vezes, temos um sentimento que nos diz que alguma coisa vai acontecer e acontece de estarmos certos. Psicólogos acreditam que o nosso subconsciente capta informações do nosso ambiente e deduz, sem que estejamos cientes disso, que algo pode acontecer. Temos aquele sentimento, mas não sabemos de onde aquela idéia veio. Casos de intuição são difíceis de serem provados ou testados, porque, normalmente, percebemos que tivemos uma intuição após o facto ter ocorrido. Só então pensamos "eu sabia que isto ia acontecer", mas, nesse ponto, nenhuma tomografia mostra alguma actividade diferente no cérebro.

9 - O pé-grande e os chupa-cabras
Não necessariamente estas duas figuras emblemáticas, mas monstros que aparecem não para uma, mas para várias pessoas. Seria uma ilusão coletiva? Se todos os chupa-cabras que foram vistos nos últimos anos realmente existissem, teríamos uma verdadeira população desses animais e alguma evidência mais clara da sua existência (um corpo de um exemplar, por exemplo) já teria sido encontrada. Mesmo assim, não é possível dizer que eles não existem. É como o caso do Monstro do Lago Ness. Pessoas dizem que o viram, mas não há provas de que ele exista , então não dá para dizer que ele existe e nem que ele não existe. Pelo menos por enquanto.

10 - O murmúrio de Taos
Alguns moradores e visitantes da cidade de Taos, no México, dizem ter ouvido um murmúrio baixo, que vêm com o vento do deserto. Apenas 2% das pessoas naturais da cidade diz ter ouvido o barulho, alguns suspeitam que a cidade tenha uma acústica estranha, ou que o barulho seja fruto de histeria. Outros acreditam que é algo mais sinistro, mas não sabem dizer exactamente o quê. Alguns o descrevem como um murmúrio, outros como um zumbido, mas se a origem do som é natural ou psicológica, ninguém ainda conseguiu provar.