Morreu nesta quarta-feira Steve Jobs, 56 anos, fundador da Apple. No site da empresa, uma nota faz uma homenagem a Jobs, que sofria de cancro e estava afastado da companhia desde Agosto: "A apple perdeu um génio visionário e criativo, e o mundo perdeu um ser humano incrível. Aqueles que tiveram o prazer de conhecer e trabalhar com Steve perderam um amigo querido e um mentor inspirador. Steve deixa para trás uma companhia que somente ele pôde erguer e seu espírito será para sempre a essência da Apple".

Steve Jobs fundou a Apple em 1 de abril de 1976, junto com Steve Wozniak e Ronald Wayne. Em 1985, foi afastado pelo conselho de directores da empresa. No ano seguinte, criou outra empresa do ramo de tecnologia, a NeXT.

Em 1996, voltou à Apple após 11 anos de afastamento para salvar a empresa do buraco. Em 1998, Steve ajudou no desenvolvimento do primeiro iMac tudo-em-um da empresa. Aquele que foi vendido em diversas cores chamativas, e influenciou a "moda" dos gadgets da época.

De lá para cá, Steve foi figura determinante para o grande crescimento da empresa e participou activamente da criação de grandes sucessos da Apple nos últimos anos, como iPod (2001), iTunes (2003), iPhone (2007) e o iPad (2010). Todos esses sucessos de venda fizeram com que a Apple se tornasse a maior empresa do mundo em capitalização de mercado, com US$ 339,4 biliões em valor total de suas acções.

Em agosto de 2004, Steve Jobs submeteu-se a uma cirurgia para retirar um tumor maligno no pâncreas, e de lá para cá, o empresário teve que se afastar duas vezes do cargo por licenças médicas, em 2009 e Janeiro de 2011.

Devido a sua saúde já bem debilitada, no último dia 24 de Agosto, Jobs renunciou ao cargo de CEO da Apple, para o vice Tim Cook assumir no seu lugar.