Inveja

Um estudo alemão mostrou que um terço dos utilizadores do Facebook sente-se pior depois de entrar no Facebook e mais insatisfeito com a sua vida, sendo que as pessoas que apenas visitam as páginas de perfil e não publicaram nada eram as mais atingidas. Alguns, chegam mesmo a abandonar a rede social.

“Ficámos surpreendidos pela quantidade de gente que tem uma experiência negativa com o Facebook, com a inveja a deixá-los a sentirem-se sós, frustrados ou zangados”, disse a investigadora Hanna Krasnova, do Instituto de Sistemas de Informação da Universidade Humboldt, em Berlim. A outra instituição de ensino envolvida foi a Universidade Técnica de Darmstadt.

Isto chega a ser tão triste que a equipa que desenvolveu o estudo descobriu que fotos de férias são a maior causa de ressentimento, e que existem utilizadores que comparam quantas mensagens de “Parabéns” recebem no aniversário e quantos “gostos” ou comentários recebem nas fotos e publicações.

É o mundo que temos! O status social, reconhecimento e sucesso já não se vê pela carreira, maneira de ser e actividades… mas sim pelo número de “gostos no Facebook”.