Um desabafo no Facebook de Clife Barbosa, tatuador em Oeiras, está a dar que falar. Este jovem pai publicou, na última quinta-feira, um texto onde descreve a forma como se sentiu tratado pela diretora de uma creche onde pretendia inscrever a filha.

Bebé recusada devido às tatuagens do pai

Depois de lhes ter sido garantida uma vaga, o casal foi informado de que os seus rendimentos não chegaram a ser analisados – o que é suposto acontecer nas IPSS – e que a única forma de Mel ter lugar seria pagarem o valor que a diretora considerava "justo". Na publicação conta que a diretora fez comentários sobre as tatuagens que ele apresenta nos braços e chegou a questionar a mãe da criança se a família tinha aceite o casamento.

Aqui fica o desabafo na íntegra: