segunda-feira, julho 24, 2017

author photo

Lamber a xaroca a uma mulher pode ser benéfico no combate ao cancro, de acordo com um estudo da State University of New York publicado na revista Cancer Treatment Research.

De acordo com a investigação referida na imprensa, durante o acto de lamber a xaroca, o sexo feminino segrega oxitocina e uma hormona (DHEA), sendo que ambas funcionam como ‘escudos anticancerígenos’, ou seja, previnem o cancro à pessoa que realiza o acto.

Além da proteção relativamente ao cancro, essas substâncias poderiam constituir uma defesa efectiva contra algumas doenças cardiovasculares, reforça o estudo.

Artigo Seguinte Next Post
Artigo anterior Previous Post